FANDOM


Este artigo está em construção Este artigo ou seção está em construção
Ajude-nos fazendo ele crescer!

A Sexta Era é um período da história do RuneScape, dando sequência cronológica da Quinta Era. É marcada pelo retorno dos deuses, após a quebra dos éditos construídos por Guthix, que bloqueavam a entrada deles em Guilenor.

Guthix morte.png

Guthix é morto por Sliske.

A Sexta Era começa logo depois da missão O Despertar do Mundo, com Guthix sendo morto pelo Mahjarrat Sliske e dando alguns conselhos ao jogador antes disso. Agora que Guthix está morto, os éditos foram quebrados, possibilitando a entrada dos deuses em Guilenor e possivelmente o recomeço das Guerras dos Deuses que poderia destruir completamente o mundo de RuneScape como o conhecemos.

Uma prova de que os deuses retornam é que logo após a morte de Guthix, surge Saradomin, mostrando que agora os deuses estão livres para entrarem em Guilenor. Como insinuado pela Jagex, Zaros também pode retornar.

Não se sabe quais as consequências do retorno dos deuses, mas o fracasso do jogador ao parar os deuses poderia representar a aniquilação de Guilenor. Apesar disso, o jogador pode fazer suas próprias escolhas, podendo escolher determinado deus como seguidor, as consequências serão visiveis com o tempo, apenas para o jogador no mundo de RuneScape, segundo Mod Mark.

Como resultado direto da morte de Guthix, seus seguidores passaram a serem os descrentes . Para anunciar o retorno dos deuses foi feita a atualização que introduziu os Emissários Divinos. Curiosamente Sliske também está representado por um emissário, o que significa que ele pretende se tornar um deus. Sabe-se que através do cajado de Armadyl, Sliske pode ter "empalado" Guthix, assim como aconteceu com Zaros e Zamorak, transmitindo parte de seus poderes a ele, e se tornando divino.

CronologiaEditar

Pouco tempo após a morte de Guthix , Kaqemeex espalhou as notícias pela Ordem de Druídas de Taverley.

Assim, o Tributo a Guthix começou como uma forma de homenagem. Anima Mundi , também demonstrou a sua homenagem a partir de estranhas árvores que choravam. Os habitantes de Guilenor conseguiram criar uma pedra de homenagem. Esta era um altar de oração e ao mesmo tempo um obelisco composto por mais de 100.000 peças de essência rúnica e essência pura. Foi uma forma dos habitantes de Guilenor demonstrarem o seu afeto por Guthix. Muitos dos druidas continuam a ensinar os ensinamentos de Guthix na Ordem. Por outro lado, houveram aqueles que deixaram a ordem devido ao sucedido. Um deles, Biehn, em conjunto com Kara-Meir, criou uma ordem para combaterem os deuses, chamada Descrentes.

Com a retirada dos Editais de Guthix, novos grupos de selvagens apareceram na Terra Selvagem. Embora estes não são devotos de nenhum deus, eles decidiram-se afiliar livremente com os deuses, de forma a terem um papel nos próximos conflitos. Quercus, um ent, chegou à parede da Terra Selvagem, na Fronteiriça de forma a incentivar jogadores a lutarem contra estes Bandos e reestabelecer o equilíbrio.

Projeto da Ascensão.png

Projeto do corpo de Guthix.

Um grupo de criaturas poderosas, mais conhecidas por Ordem da Ascensão, que foram criadas pelo Guardião de Guthix Ocellus, converteram os ensinamentos de Guthix para o lado mau e agora, sequestram moradores nas proximidades numa tentativa de criar uma nova forma de culto a Guthix. Ocellus guarda agora a porta para o calabouço da Ordem e tenta impedir que quem lá está saia e procura ajuda de aventureiros.

Saradomin, Zamorak, Armadyl, Bandos, Zaros e Seren enviaram para Asgarnia e Misthalin os seus emissários para recrutarem seguidores e espalharem a religião de cada deus. Um grupo de humanos, os Descrentes, também têm um emissário. Os Descrentes são contra os deuses e querem expulsá-los de Guilenor. O mahjarrat Sliske também enviou uma emissária que refere que este se tornou um deus após ter matado Guthix tal como Zamorak alcançou a sua divindade através da derrota de Zaros.

Portal em outra fase de tamanho.png
Enquanto isso, a morte de Guthix fez com que o seu poder fosse espalhado pelo mundo. Devido a isto, um portal apareceu perto de Lumbridge. Houve um grande alvoroço pois haviam muitos habitantes a especular que deus sairia dali. Entretanto, um especialista chegou para examinar o portal. Pouco tempo depois,Zamorak regressou a Guilenor através do portal, causando danos em Lumbridge. Logo de seguida, chegou Saradomin, o seu maior adversário. Fizeram uma batalha a oeste de Lumbridge. Esse distúrbio fez com que vários locais nas proximidades fossem movidos. 

Os dois deuses, trancados em um impasse, chamaram o seu exército de apoiantes para a batalha. Esta batalha durou mais de 10 semanas, com centenas de mortes. Soldados e outras criaturas combateram de forma a obter lágrimas divinas - o que restou do poder de Guthix.

No final da batalha, Saradomin ganhou, pois os devotos deste conseguiram obter mais lágrimas do que Zamorak. Apesar de Moia, a tenente de Zamorak, o ter salvo de um golpe mortal, a sua derrota resultou numa perda significativa do seu poder.

No Monastério de Fronteiriça, Saradomin conhece Sir Owen e o 7º Herói de campanha (o jogador). Saradomin deu-lhes uma missão: infiltrarem-se na Fortaleza dos cavaleiros Negros, com o intuito de obter uma poderosa arma que Kinshra revelou. O 7º Herói, disfarçou-se de capitão Dulcin, enquanto Sir Owen era o seu prisioneiro. 

Chegaram ao topo da fortaleza com várias conversas e suspeitas. Aí, descobriram a forma de abrir um portal que os levou a um templo ao norte de Trollópolis. Aqui, depois de muitas batalhas, Sir Owen e o jogador encontram a Varinha da Ressurreição. No entanto, Aurora, uma bruxa zamorakiana, matou Sir Owen. O jogador continuou. Obteve a varinha e Saradomin apareceu. Este pediu a varinha e o jogador deu-lha de forma voluntária/se recusou - Saradomin ficou com ela. Saradomin tenta trazer a vida de Sir Owen de volta, mas o seu braço ficou corrompido durante o processo.

Divinação ícone.png

Algum tempo depois, os seres humanos conseguiram descobrir uma forma de obter e utilizar a energia que restou de Guthix. Chamaram a esta habilidade, {{{2}}} Divinação.

Algum tempo depois, o rei Veldaban de Keldagrim lançou um ataque contra a base do Machado Vermelho derrotando assim Hreidmar e Coronel Grímsson, os líderes da empresa.

Desaparecido, Morte Presumida ícone.png

O Mahjarrat Sliske sequestrou Grim Reaper - o Ceifador. Devido à sua ausência, as almas dos mortos não conseguiam seguir em frente e, o deus dos mortos, Icthlarin tomou temporariamente o seu lugar. Este reuniu-se com o Guardião do Mundo e foram convidados para a moradia de Sliske (que outrora havia sido de Armadyl). 

Ao chegarem lá, descobriram que os generais dos deuses e os próprios deuses também lá estavam. Saradomin, Zamorak, Armadyl, Bandos, Brassica Prime e, talvez, Zaros. Sliske chegou com um Dragonkin sequestrado e a morte e referiu ter na sua posse a Pedra de Jas. Este disse que, se matasse a maioria dos Deuses, ficaria com a Pedra de Jas. O Dragonkin saiu, disparado, e começou a atacar Ichtlarin. O Guardião do Mundo libertou a morte e saíram dali em segurança.

O primeiro movimento divino da Competição de Sliske é a disputa d'O Pássaro e a Fera. Nessa batalha, Bandos e Armadyl constroem torres nos arredores de Faladore, cada um se situando acima delas. Ambos estão em busca de energia divina para fazer armas mortais funcionarem no topo de cada torre, á fim de matar o deus oponente. Para isso, eles contataram caravanas com seus seguidores que saíam em busca de energia em batalhas mortais; elementos positivos como proteção para as caravanas eram criados, mas também negativos, como monólitos e armadilhas que se espalham por toda Asgarnia e Misthalin. Armadyl acabou vencendo a guerra de Faladore, matando Bandos e obtendo o primeiro passo na disputa por matar um deus.

Após a batalha entre Armadyl e Bandos, tem inicio a ascensão de Zaros com a missão O Destino dos Deuses, nesta missão o jogador precisa ir para Freneskae utilizando o Portal do Mundo mas, Sliske aparece e dá a chance ao jogador para atrapalhar os planos de ascensão. Independente da escolha do jogador, Zaros volta ao mundo, mas dependendo do que o jogador escolheu, Zaros será mais hostil ou mais pacifico com o jogador.

O jogo de Slsike continua, mas desta vez são os deuses Marimbo e Brassica Prima não querem uma luta, eles querem uma competição sem morte, então inicia Socos e Repolhos que é a competição que quem fizer o maior numero de pontos vence. No final da competição, Marimba fica em primeiro lugar, Brassica em segundo e os descrentes em terceiro.


Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória