FANDOM


Clube Menaphita (#217)P2P ícone
Clube Menaphita
Inglês 'Phite Club
Lançamento 5 de junho de 2017
(notícia)
Dificuldade E 4 - Mestre Mestre
Duração Curta
Dublada Parcialmente
Era Quinta Era


Clube Menaphita é uma missão lançada dia 5 de junho de 2017 junto com a cidade de Menaphos. Envolve O Faraó e seus planos, e a tentativa de Osman em pará-lo.


DetalhesEditar

Missão Fale com Hassan no Distrito dos Negociantes em Menaphos
Requisitos Clube Menaphita ícone
Missão Missões
  • Pelo menos nível 110 de combate é recomendado.
Objetos
Itens do porta-ferramentas não estão listados a não ser que não funcionem ou não sejam automaticamente adicionados.
  • Nenhum
Recomendados:

Penas de Ma'at

Inimigos

Passo a PassoEditar

ComeçandoEditar

Fale com Hassan no Distrito dos Negociantes e ele vai te pedir ajuda. Ele pede para Ehsan lhes dar um momento à sós e ela enfia os dedos nos ouvidos. Osman aparece, ele te pergunta como você vê a cidade, e que a sua reputação com os líderes de facção finalmente lhe deram uma oportunidade para sair de seu exílio. Osman então revela segredos sombrios da cidade, e revela seus planos de não só usurpar o trono, como de restaurar a justiça social

Um favorzinhoEditar

EhsanEditar

Osman revela seu trato secreto com Ehsan. Fale com ela. Ela diz que ela coopera no golpe se ela manter sua posição de poder, em adição a mais influência na cidade. Hassan revela que Osman já concorda com essas coisas. Finalmente, ela pede para você falar com Wadud sobre alguns trabalhadores dos portos que estão em greve por causa de mercadorias mal pagas.

WadudEditar

Fale com Wadud na taverna do distrito dos Portos. Ele te informa que ele já sabe sobre o golpe, mas não sabe o que Osman quer com ele. Wadud concorda, querendo mudança social na cidade, e acredita que Osman seja o menor de dois males. Entretanto, ele quer que você ache gente para carregar seus navios de agora em diante, já que sua tripulação não gosta de trabalho braçal. Ele te pede para falar com os Trabalhadores.

BatalEditar

Fale com Batal na fogueira do distrito dos Trabalhadores. Ele te conta sobre a crise trabalhista no seu distrito, e como as pessoas estão passando fome e com medo de perder os empregos que têm. Você conta a ele sobre a revolução de Osman, e ele, cético, concorda em fazer parte do golpe, com a condição de que os trabalhadores se aposentem depois de uma certa idade, como os outros habitantes fazem. Para fazer isso, você precisa de selos imperiais do Faraó, mas ele parou com essa tradição recentemente. Ele pede para você falar com aqueles do distrito Imperial para voltar com esses procedimentos antigos.

AkhometEditar

Fale com Akhomet no distrito Imperial. Você a informa do golpe e ela fica espantada de você falar tão abertamente sobre isso. Ela concorda, dizendo que ele não é capaz de governar, admitindo que ela o viu entrar em psicose, e perdeu contato com seu povo e sua cidade. Sua única condição é que o golpe seja sem sangue, insistindo que o Faraó ganhe o tratamento mental que ele precisa. Você admite que Osman também deseja que tudo seja livre de matança e ela concorda assim que você conseguir apoio dos outros líderes da cidade. Ela então vêm com sua "única condição", que você traga o Valete de Espadas à justiça.

OzanEditar

Fale com Ozan na entrada das Tumbas Movediças. Você o informa do que está acontecento e pergunta se você pode o levar como prisioneiro. Ele nega e te dá a sua máscara e insiste para que você o cubra com sangue para parecer que ele morreu.

Finalizando os tratosEditar

Use a máscara de Ozan no balde de sangue perto da tenda de peixes no distrito dos Negociantes para sujá-la com sangue. Entregue ela para Akhomet no distrito Imperial. Ela fica chocada que você o matou, mas impressionada que você tenha queimado o corpo. Ela então te dá um Selo Imperial. Entregue para Batal no distrito dos Trabalhadores. Ele te agradece e promete passá-lo para os que mais merecem. Ele então te entrega um Certificado de emprego, prometendo mandar seus melhores trabalhadores para Wadud. Entregue o certificado para Wadud no distrito dos Portos. Ele então te garante que vai acabar com a greve, e te manda falar com Ehsan. Fale com Ehsan de volta no distrito dos Negociantes, que te informa que ela já recebeu informações de que a greve parou. Ela então te entrega total apoio.

Confrontando o FaraóEditar

Itens necessários: Equipamento de combate e comida.

Se prepare para uma batalha. É recomendado usar combate à distância ou magia, e traga tubarão ou uma comida melhor, junto com poções de oração e um familiar de carga. Fale com Hassan para te teleportar para a Sala do Trono. Quando você chegar, os líderes das facções estarão te vendo lutar dos cantos da sala. Primeiro, você deve batalhar contra 4 Guardas do palácio Menaphitas de nível 105. Dois deles usam corpo-a-corpo e possuem 20.000 pontos vitais; os outros dois usam magia e tem 25.000 pontos vitais.

Uma vez derrotados você atinge um ponto de controle. O Faraó então se aproxima, com 150.000 pontos vitais. Ele pode ser relativamente difícil de derrotar se você estiver despreparado. Ele lança foto verde que pode causar 1.000 de dano a cada tick, então ande bastante pela sala. Depois de perder metade dos seus pontos vitais, haverá um corte de cena onde o Faraó remove sua máscara, ele vai evocar fogo ao seu redor por um curto período de tempo, tornando o combate corpo-a-corpo difícil. O combate com O Faraó aplicará corrupção da mesma forma que a Masmorra de Extermínio de Sophanem faz, então traga Penas de Ma'at para limpa-la e reduzir os danos recebidos.

Ele possui três ataques especiais diferentes, que ele utiliza a cada três auto-ataques:

  • O primeiro é um Tiro de Corrupção, que cobre parte do campo de batalha e, se você ficar em cima por muito tempo, causa 1.000 de dano por tick.
  • O segundo ataque, ele grita "Ajoelhe-se!" ou "Usurpadores!" e te impede de se mover, causando danos rápidos de 500. Use liberdade para remover o bloqueio, ou Antecipação depois do seu terceiro auto-ataque para bloquear isso.
  • O ataque final é "Sinta a ira dos deuses!". Ele causará três danos mágicos seguidos causando entre 1.000 e 2.000 de dano cada. Proteja contra magia para reduzir o dano.

Se você morrer aqui, não é considerada uma morte segura. Entretanto você não precisa derrotar os guardas novamente se você já tiver feito.

O FinalEditar

Quando você derrotá-lo, o Faraó te conta que, há tempos, ele rezou para que os deuses o ajudassem a governar, mas ele só obteve repostas de Amascut, que o corrompeu. Sua corrupção foi removida, e ele passa seu julgamento a você. Ele percebe que o que ele vêm feito é horrível e pede por misericórdia. Aqui, você pode decidir o destino do Faraó; você pode exilá-lo no Arco, Executá-lo, Aprisioná-lo ou Escravizá-lo. Entretando, independente da sua escolha, Osman aparece e declara que ele é o Faraó e ele quem deve tomar a decisão. Ele então assassina o Faraó enfiando sua adaga em seu pescoço.

Um corte de cena começa com Amascut, Jabari e dois Escravos Corrompidos no altar da Alma, com o Kharid-ib flutuando acima dele. Tumeken fala através dos Escravos e de Jabari, dizendo para Amascut esquecer sua raiva, desistir de sua missão, e que ele está com medo. Amascut insiste que a destruição é necessária, e grita que ela não é filha dele. Ela então grita "Eu sou Amascut!" e poder emana do Kharid-ib nas quatro pessoas presentes, e a tela fica preta.

Garanta que tenha espaço na mochila, caso contrário a Relíquia de Tumeken pode ser recebida de um dos Guardas reais perto do trono.

RecompensasEditar

Recompensas Clube Menaphita
  • 1 ponto de missão
  • Acesso ao Altar da Alma
  • Versões cosméticas da Máscara do Faraó seu cajado
  • Relíquia de Tukemen, que dá 7.500 de reputação em uma facção de sua escolha
  • 2 chaves das Arcas do Tesouro e 2 corações de gelo

CuriosidadesEditar

  • O nome da missão é uma referência ao filme cult americano de 1999 Clube da Luta.
    • Durante a missão, você é repetidamente instigado a "Falar sobre o Clube Menaphita". No filme, isso é considerado uma violação das regras 1 e 2, que diz "Não falar sobre o Clube da Luta".


Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória